"A vida é aquilo que você faz daquilo que te fizeram"

sábado, 16 de julho de 2011

Lobo em pele de cordeiro e outras coisas - Porque a humanidade sempre esteve perdida



"Deus faz sofrer quem ele ama". Que tipo de afirmação é essa? Masoquista por parte do fiel e sádica por parte desse deus. Quem, alguém me explica por favor, disse que sofrer faz bem? Que engradesse? Que nobreza é essa, simplista e pautada na cegueira, que faz com que quem é feliz sinta-se culpado por ser assim, como se deus não o amasse por isso e que valoriza aquele que busca do sofrimento, como se ele, por chorar mais, merecesse mais esse tal de reino no céu do que alguém que sorri mais. O que há de errado em não sofrer? Em viver a vida leve, livre e alegre? Qual o sentido de pensar que deus prefere aquele que é fechado, triste, melancólico? Por que?


É comum nas religiões, pelo menos as que eu entrei em contato, se valorizar a culpa, o peso, a dor. Pinta-se um deus terrível e vingativo e vestem nele uma máscara paternalista. Afinal, um pai castiga um filho quando ele faz algo de errado. Ignorando-se o tal do "livre arbítrio" que de livre parece não ter nada. Que tipo de pai, já que você gostam de pensar em deus como um "pai", manda seu filho para viver eternamente queimando no inferno, indenpendente de qual seja seu erro. Eu não sei... Mas eu acho que um pai amaria seu filho indepente de qualquer coisa e nunca lhe infligiria dor. Que tipo de pai, faz o filho sofrer dizendo que isso é amor? Ah! Sim... Aquele pai que não é pai porcaria nenhuma, aquele que espanca os filhos e pensa que assim está lhes ensinando alguma coisa boa. A incoerência é gritante. Mas "a luz de deus nos cega" muito mais do que nos ilumina.


E essa culpa, culpa por isso, culpa por aquilo. Mau nascemos e já somos pecadores. Em uma paranóia insuportável sentimos que nunca seremos bons o bastante para esse deus discante e cruel, nunca conseguiremos dar qualquer passo sem errar, o pecado parece estar em todos os mínimos detalhes.


Uma vez, chorando, perguntei para alguém, não lembro direito para quem, se um bebê recém nascido iria para o inferno se morresse, já que nascemos com o pecado original e só nos livramos dele depois do batismo (segundo a crença da minha antiga religião). Me disseram que sim, dando os ombros. A imagem do bebê recém nascido queimando no inferno não deixou nunca mais minha cabeça desde então.


Que deus é esse? Que deus é esse?! Se um bebê pode ser mandado par ao inferno, se alguém que ama outra pessoa pode ser mandada para o inferno só pelo detalhe deles serem do mesmo sexo, se um ladrãozinho pode ser mandado para o inferno, se uma pessoa de bem pode ser mandada para o inferno só por ser atéia... Eu realmente não acredito que deus seja assim são melhor do que o diabo.


Vejo no diabo um deus sincero apesar de tudo, um deus que assume que é vingativo e cruel. Enquanto o que chamam de deus, se esconde atrás de máscaras e seduz, como um pedófilo, como um psicopata, suas presas, para que elas façam exatamente o que ele quer, como maionetes em uma brincadeira sádica e sem sentido. Enquanto os fieis choram de emoção, enquanto eles acham lindo esses discursos horríveis ditos nas igrejas... Eu choro de tristeza, uma tristeza profunda por perceber o quanto a humanidade não passa de um reflexo desse deus, todos lobos fingindo ser cordeiros, absolutamente todos. Me pergunto onde mora a bondade nesse mundo afinal.

4 comentários:

Anônimo disse...

sah, qd perguntei se os textos eram de outoria sua ,não fiz por mau, mas apenas por curiosidade! te acho mt inteligente!bjs flor...

Sáh disse...

eu sei! Desculpa se pareci brava! é que lembrei de algumas pessoas já terem roubado textos meus, isso me deixa triste. Não se preocupe não fiquei brava com você em nenhum momento!

Muito obrigada pelo elogio! Gosto dos seus textos também, apesar de você postar pouco. São de uma sensibilidade linda.

Volte sempre e sinta-se a vontade para escrever/perguntar o que quiser! Bjos mi

Anônimo disse...

Obrigada por td, me sinto bem melhor.
Não preciso postar, vc ja "fala" td que sinto...prefiro lêr os seus,que postar os meus! agradeço tb pela sensação que tenho todas as vezes que posta algo, eles me dão vida, esperança, e não me sinto tão só!

Sáh disse...

Eu que agradeço pela sua companhia aqui. Me sinto muito menos sozinha toda vez que vcs vem aqui e postam que me entendem, que sentem a mesma coisa. É uma ajuda mutua, vcs me dão muita força para continuar lutando, para continuar tentando sangrar meus sentimentos aqui ao invez de em meus braços.

É boa essa sensação de que tem alguém nos ouvindo e nos entendendo. Muito obrigada por vim me visitar aqui, pelos comentários, pelo carinho e compreensão, de verdade.