"A vida é aquilo que você faz daquilo que te fizeram"

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Depressão na Adolescência


A uns dias atrás eu entrei em um tópico sobre suicidio em um fórum que eu frequento e acabei discutindo com um garoto. Não consegui acreditar na quantidade de pessoas falando que os jovens de hoje se suicidam só porque são uns mimadinhos que não sabem lidar com a vida. Aquela história da menininha carente que se suicidou só porque o namorado terminou com ela ou o garoto impulsivo que se suicidou pelo mesmo motivo. E sempre aquela idéia de "não levar a sério", de que é "frescura"... Me irritou de verdade, não da nem para acreditar que ainda nos dias de hoje exista tanto preconceito e falta de informação relativa a depressão.
Sabe... fico feliz por essas pessoas não entenderem o que é depressão, fico feliz por elas nunca terem passado por isso, mas o mínimo de compreensão, paciência ou mesmo respeito que for, não deve custar muito. É duro não ser levado a sério.
Acho que o mínimo que as pessoas deveriam saber sobre a depressão é que ela é uma doença e que as pessoas não escolhem ficar doentes. É biológico, simples assim. Pessoas mais sensíveis são mais propensas a depressão? Talvez sim, mas não necessariamente todas as pessoas sensíveis entram em depressão e nem todos os que têm depressão são mais sensíveis. Entendem? Sabe aquele delinquênte? Aquele adolescente rebelde que não segue nenhuma regra, impulsivo e agressivo? Sabia que essa pode ser a forma dele expressar sua depressão? Assim como a automutilação, o isolamento social ou tantas outras formas.
E como eu acho que informação nunca é de mais, aqui vai algumas caracteristicas da depressão na adolescência do site PsiqWeb - Portal de Psiquiatria:


"Durante muitos anos acreditou-se que os adolescentes, assim como as crianças, não eram afetadas pela Depressão, já que, supostamente, esse grupo etário não tinha problemas vivenciais. Como se acreditava que a Depressão era exclusivamente uma resposta emocional à problemática existencial, então quem não tinha problemas não deveria ter Depressão.

Atualmente sabemos que os adolescentes são tão susceptíveis à Depressão quanto os adultos, mostrando assim que esse transtorno deve ser encarado seriamente em todas as faixas etárias. A Depressão pode interferir de maneira significativa na vida diária, nas relações sociais e no bem-estar geral do adolescente, podendo até levar ao suicídio. Quase todas as pessoas, sejam jovens ou idosas, experimentam sentimentos temporários de tristeza em algum momento de suas vidas.

Estes sentimentos fazem parte da vida e tendem a desaparecer sem tratamento. Isso não é Depressão.Quando falamos de "Depressão", estamos falando de uma doença com sintomas específicos, com duração e gravidade suficiente para comprometer seriamente a capacidade de uma pessoa levar uma vida normal.

Não devemos, nem por brincadeira, julgar as pessoas deprimidas como se elas estivessem ficando loucas, nem tampouco devemos achar que há motivos para o deprimido se envergonhar.

Esse assunto é também tratado aqui, na secção de Adolescência, porque muitas pessoas apresentam uma primeira crise de Depressão durante a adolescência, apesar de nem sempre essa crise ser reconhecida. Segundo os especialistas, a Depressão comumente aparece pela primeira vez em pessoas com idade entre 15 e 19 anos.

Sintomas
O adolescente possui tendência natural para comunicar-se através da ação, em detrimento da palavra. Por isso, na busca de uma solução para seus conflitos, os jovens podem recorrer às drogas, ao álcool ou à sexualidade precoce ou promíscua. Tudo isso na tentativa de aliviar a angústia ou reencontrar a harmonia perdida. Angustiados e confusos, podem adotar comportamentos agressivos e destrutivos contra a sociedade. Por isso tem sido comum observarmos o adolescente manifestar sua depressão através de uma série de atos anti-sociais, distúrbios de conduta, e comportamentos hostis e agressivos.

Entre adolescentes a depressão também pode ser "mascarada" por problemas físicos e queixas somáticas que parecem não ter relação com as emoções. Estes problemas podem incluir alterações de apetite ou distúrbios de alimentação, tais como anorexia nervosa ou bulimia. Alguns adolescentes deprimidos podem se sentir extremamente cansados e sonolentos o tempo todo, e exaustos mesmo depois de terem dormido por várias horas.

Embora a Depressão Atípica seja a norma entre crianças e adolescentes, a depressão franca ou típica também pode ser comum. O jovem deprimido confia pouco em si mesmo, tem auto-estima baixa, experimenta alterações no apetite e no sono, se auto-acusa e tem lentidão dos pensamentos. A baixa auto-estima faz com que veja a si mesmo como sem valor, feio, desinteressante e cheio de falhas pessoais (veja Sofrimento Moral). Estes sentimentos angustiantes e depressivos levam, invariavelmente, a prejuízo na saúde, na escola, no relacionamento familiar e social.

Durante um Episódio Depressivo o jovem costuma sentir-se inquieto ou irritado, isolar-se de amigos ou familiares, ter dificuldade de se concentrar nas tarefas, perder o interesse ou o prazer em atividades que antes gostava de realizar, sentir-se desesperançado e ter sentimentos de culpa e perda do prazer em viver. Pode também ter alterações do sono, por exemplo, ir dormir mais tarde do que costumava fazer, acordar cedo demais, ter sonolência durante o dia; e do apetite, que o leva a ganhar ou perder peso.

Muitas vezes, o adolescente deprimido pode tentar suicídio. Faz isso de forma franca ou velada. De forma velada age de maneira inconsciente, envolvendo-se em atitudes completamente imprudentes, acidentes automobilísticos, uso progressivo de drogas e álcool, ingestão de comprimidos perigosos, uso de armas de fogo, etc.

O Risco de Suicídio
Atualmente, a segunda principal causa de morte entre jovens de 15 a 19 anos de idade é o suicídio. A primeira causa são os acidentes, principalmente com automóveis. O índice de suicídio entre pessoas jovens triplicou nos últimos 30 anos (Referência).

Quando uma pessoa fala a respeito de cometer suicídio, ao contrário do que pensam muitos, a coisa mais importante a fazer é levá-la a sério. As pessoas que falam em suicídio podem estar, de fato, pensando em praticá-lo e, sendo jovens ou não, a maioria dos que tentam o suicídio sempre dão uma espécie de "aviso" sobre suas intenções.

Os principais sinais de advertência para o risco de transtorno do humor que, eventualmente, pode resultar em suicídio são:

1. Mudanças acentuadas na personalidade
2. Mudanças acentuadas na aparência,
3. Alterações nos padrões de sono
4. Alterações nos hábitos alimentares
5. Prejuízo no rendimento escolar.
6. Falar sobre morte ou suicídio
7. Provocar ferimentos em si próprio
8. Pânico ou ansiedade crônicos
9. Distribuir objetos pessoais

Entre adolescentes com alto risco de suicídio, muitos tomam a trágica decisão após uma situação de grande tensão, como por exemplo o rompimento de um relacionamento, um fracasso escolar ou profissional ou uma briga importante com os pais. A incidência de êxito entre adolescentes que realmente tentam por fim à própria vida é maior entre o sexo masculino do que entre o sexo feminino.

Grosso modo, podemos dividir os adolescentes vulneráveis ao suicídio em três grupos:

1. Adolescentes com sintomas clássicos de depressão, tais como tristeza e desesperança.
2. Perfeccionistas que estabelecem para si mesmos padrões muito alto de desempenho.
3. Garotos que expressam sua depressão com comportamentos agressivos ou atitudes de se expor a situações de risco, uso de drogas e confrontos com autoridades."

Para quem quiser ler mais: Clique aqui

vlw e até mais o/

4 comentários:

Giovanni disse...

nossa eu nao so depressivo mas axo q eu descobri q uma amiga minha eh depressiva =O

Bia Silva disse...

perfeito.
Tenho alguns sintomas, mas como todo mundo diz, deve ser puro drama.

e vc?? disse...

a depressão hoje é visto por todos como um sinonimo de locura e quem fala isto é quem graças a DEUS nunca passou por isso,pois quem ja passou ou chegou perto conhece bem a história dos depressivo e sabem muito bem que ñ é nada facil... e que ninguem quer ser depressivo, ninguem escolhe ter este estado de espirito, propicio a fazer determinadas coisas impropias,mas fazer o que né´... só mesmo DEUS para tirar .... por que somente na palavra de DEUS podemos encontrar o alento......que prcisamos pra fortalecer o nosso espirito, bjão a todos e fiquem todos com DEUS.

Lilly Smith' disse...

Pefeito! Tenho quase todos os sintomas.. mas deve ser só drama como minha mae, meus amigos e todos que rodeiam dizem..