"A vida é aquilo que você faz daquilo que te fizeram"

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Cutting - Ei, eu não sou um monstro.


Cutting ou automutilação é o nome que se da para qualquer comportamento intencional envolvendo agressão direta ao próprio corpo sem intenção consciente de suicídio. As pessoas podem se bater, se arranhar, se morder, se queimar e principalmente, se cortar. Quando eu estava procurando sobre isso na net encontrei muita gente dizendo que esse transtorno acontece na lógica de que uma dor maior supera uma dor menor, como se um corte no braço fosse maior do que a dor na alma! Não é assim que acontece. É óbvio que não é. As pessoas se machucam porque... bom, nem todos tem os mesmos motivos, mas a maioria é por impulso, em um momento de estresse extremo, sentimento de culpa (se cortam para se punirem), raiva, etc.

Provocar dor no próprio corpo faz com que essas pessoas se acalmem, se sintam mais aliviadas ou até mesmo mais vivas... Se é que vocês me entendem. Essa sensação de alivio ocorre pelo fato dessa atitude liberar uma substância anestesiadora no cérebro, aliviando a tal "dor na alma". É um comportamento compulsivo, sendo muitas vezes difícil se livrar do vício. Muitas pessoas não vêem problema nenhum nesse ato, achando que não há nada de errado em um cortezinho ou dois de vez em quando, mas essa doença costuma evoluir pelos relatos que eu li. Logo um cortinho ou dois não vão mais te satisfazer e antes que você perceba eles seram 10, 20... Cada vez maiores e mais fundos.

Essa atitude está associada a personalidades limítrofes (borderlines), pessoas com baixa auto-estima, depressivos e pessoas que sofreram abuso na infância, seja ele sexual, psicológico ou físico.

Isso é Cutting:


Ao contrário do que muitos podem pensar, essa prática não envolve a necessidade de chamar atenção. Muito pelo contrário, os self harms tem conciência de que as pessoas não aceitam isso muito bem e possuem muita vergonha de seus atos, chegando a fazer quase de tudo para que as pessoas não descubram. Bom é isso... Acho importante as pessoas saberem um pouco mais sobre isso. São pessoas que só sabem lidar com a dor dessa forma e elas precisam de ajuda (quem não precisa né?).

Aqui vai um video muito bom sobre o assunto, é um apelo para que as pessoas susceptíveis a esse transtorno nunca façam seu primeiro corte: Clique aqui.

A música desse video é muito bonita também... Espero que todos aprendam a lidar com a sua dor de uma forma saudável e percebam o quanto isso é perigoso. Boa sorte pessoas.

18 comentários:

Caio disse...

meu n me agrado muito ve essas fotos mais faze o que neh... a musica que vc queria sabe Radiohead - Fake Plastic Trees

Giovanni disse...

ta bom eu fiz um comentario, mas axo q exagerei... entaum sei la nao gosto disso...e nao eh legal nem bonito nem gostoso e nao vale a pena, axo q eh sofrer demais por vc msm, o mundo ja te ferra o bastante!!! bom eu nao posso dize tudo q queria mas... eh isso ai
e parabens pelo post brisa =´( mas q isso eh tenso eh

Anônimo disse...

eu sofro de cutting, e sei que é errado, mais espero sair logo disso... sei que acaba se tornando um vicio e que se as pessoas descobrirem iram brigar comigo e me julgar, mas elas naun sabem pelo o que eu passo, então, um concelho pra quem nao sofre disso é: nunca tente, pois um dia você ira se arrepender e a volta por cima é dificil... eu ainda tô tentando... valeu pelo apoio as pessoas que sofrem disso

Anônimo disse...

Eu sofro de Cotting, sei que não é uma coisa legal nem nada
Eu prometi pra mim mesmo que nunca mais ia fazer isso, mas eu fiz de novo, depois que você começa, é muito difícil parar, você acha que tem o controle mas na verdade não tem
Como o outro anonimo disse, se você nunca fez isso, nunca tente, você vai se arrepender

Sáh disse...

entendo como vocês se sentem... também digo para quem tem o mínimo de vontade nunca tentar, é um vício, talvez não para todas as pessoas, mas acaba virando para a maioria.

Também sofro com isso até hoje, o que eu posso dizer para vocês é continuem tentando, de todas as formas possível. Por mais difícil que seja se livrar disso, não é impossível e acho que no fundo é isso que importa.

Força!

Anônimo disse...

eu faço cutting há 2 semanas, comecei a me cortar, pra minha amiga parar, só que o problema é que agora quem não consegue parar sou eu. ):

Sáh disse...

putz... não da nem um pouco certo negociar com alguém que se auto-mutila dessa forma... Sinto muito por você mesmo, não vale a pena entrar nessa por ninguém... Não é um lugar onde possamos andar ao lado de alguém ou estender a mão. Estamos sozinhos nessa, a luta se passa entre nós e nós mesmos.

Bom, mas vamos pensar positivo. Você ainda está só começando! Consegue parar se realmente quiser. Vamos lá, procure ajuda, não se permita permanecer desse lado do mundo, há outras formas de se lidar com os problemas, você sabe muito bem.

Não faça isso por ninguém, isso é uma coisa inegociável, não é assim que funciona.

Se precisar conversar com alguém, quiser dicas ou respostas para dúvidas sobre terapia, etc, sinta-se a vontade para me procurar!

Abraços, Sah.

Anônimo disse...

eu cortava os pulços mas nao sabia que isso tinha nome de cutting, bom eu parei pq meu namorado disse que se eu nao parasse ele fumaria maconha :/ (e eu nao aceito isso) apesar de fazer isso durante só uns 2 ou3 meses ja foi dificil parar, pq como falaram vicia mesmo e cada vez voce quer cortar mais, é foda isso :( e da uma sensaçao de alivio mesmo que seja passageira. E quanto estou com raiva ou triste ainda tenho vontade mas espero conseguir me controlar :) força ai vai dar tudo certo :D

Sáh disse...

Fico muito feliz que você tenha conseguido parar! Muito obrigada pela força, estou torcendo para que você continue bem!

Força,

Sah.

Anônimo disse...

eu me corto..+ so quando estou muito triste..e hj é um desses dias..acabei perdendo o garato que eu amo..ele agora ta namorando..e n consigo superar
..isso..eu preciso dele...Não queria me cortar + se eu n fizer isso vou ficar pior ainda..e além do + ele n é o único motivo..tem varias coisas que me deixam mto triste... by:Va.. ;/

Sáh disse...

Oi Va, sinto muito por ter perdido seu namorado, as vezes que terminei com a minha namorada também foram horríveis. Entendo sua vontade de se cortar e seu pensamento "se eu não fizer isso vou ficar pior ainda", mas isso não é verdade, por mais que pareça, se cortar não vai mudar nada, só vai trazer mais consequências ruins, apesar do momento de alívio no ato. Precisamos encontrar maneiras mais produtivas de lidarmos com a dor e as frustrações. Você já pensou em ir em um psicólogo, a minha psicóloga vive salvando minha vida, ela é incrível. Eu te aconselho a procurar um, se ele for bom, tenho certeza que você não irá se arrepender.

Muita força para você e boa sorte. Espero de todo o coração que você melhore e nunca mais precise se cortar.

Beijos, estou aqui sempre que quiser conversar.

Sah.

Anônimo disse...

Eu sou uma confusão! Qnd eu me cortei pela primeira vez, foi em 2009 eu acho, eu estava passando a algum tempo por um tipo de transtorno alimentar q eu tenho desde os 15. e toda aquela pressão pessoal me levou aos primeiros cortes, mas nunca fui além de arranhões, nd com lâminas, só pontas afiadas de uma faca ou um pingente q eu tenho. A coisa é que, as vezes eu faço por outros motivos, mas não sou exatamente normal, não por dentro, as nunca ninguém notou, estou tão bem por fora, sou sarcástica, engraçada, inteligente e tenho amigos.. mas as vezes, só quero ter coragem o bastante pra sumir e viver sozinha, onde ninguém me conheça e vá fazer perguntas. Viver em lugar isolado sozinha, só com livros e nada pra fazer.. mas então tem minha família, não quero perder ninguém, tenho medo que ela descubram quem eu sou de verdade e se decepcionem.. e meus amigos, eles vão ficar confusos e sentir pena tmb, pq não dá pra encaixar minahs duas personalidades.. eu sou uma droga de confusão! Não sei como levar isso.. mas não quero parar com os arranhões.. gosto das minhas cicatrizes, são não quero q ninguém descubra.. só é um saco esconder isso todo o tempo!

Dreams All♥ disse...

O assunto é muito complexo. Por mais que a gente tente explicar, as pessoas não conseguem ter uma mente aberta suficiente para entender. Assim como algumas pessoas bebem para aliviar a dor, essas pessoas se cortam também, compreendam.

Anônimo disse...

bom sofro disso te 2 anos e sinceramente meus amigos descobrirao agora os olhares deles sao tao diferentes de medo como se eu fosse louka ..mais gente isso doe na alma nao na carne,me desculpe mais isso nao me faz difernte, eu custumo ser sempre alto astral com as pessoas mais quando me magoam nao lhes devolvo na mesma moeda prefiro guarda pra mim..

Anônimo disse...

Eu sofro ou posso dizer que sofria de
Cutting.
a 2 anos é meio eu passei por uma situação horrível é como sempre fazia ia é tentava amenizar minha dor mais não pensei que quase morreria. levei cerca de 10 pontos no braço é hoje passo numa psicologa para tentar me controlar,posso dizer que faz cerca de quase 1 ano que não me machuco mais confesso que muitas vezes me controlei pra nao pegar uma navalha,vidro é muito dificil pra mim já que não tenho apoio de muitas pessoas,meus familiares quando descobriu queriam me internar mais graças a minha força de vontade é minha Mãe hoje eu estou me recuperando. não sei quando vou me libertar disso se eu vou mais se eu tiver vontade eu sei que consigo é sei que voces conseguem tambem. adorei o post,parabens.

Sáh disse...

Fico muito feliz de ouvir gente que está conseguindo lutar contra isso, de verdade. Desde que comecei a me cortar nunca consegui ficar mais do que alguns poucos meses sem fazer isso. Mas espero que com o tempo, os períodos de estabilidade se tornem mais longos.

De qualquer jeito, desejo muita sorte e força para todos vocês. Se um dia qualquer um de vocês quiserem conversar, vocês sabem onde me encontrar.

Abraços,
Sah.

Anônimo disse...

SONORA DISSE: TEM QUE PARAR DE FAZER ISSO,EU TENHO UNS 20 CORTE PELO CORPO, É POUCO MAS ERAM BEM FUNDOS, UM DIA EU ESTOREI UMA VEIA DO PÉ ESQUERDO E SAIU TANTO SANGUE QUE PARECIA QUE TINHA MATADO ALGUÉM DENTRO DO QUARTO. FICOU UM FEDOR. EU TENHO NOJO DE SANGUE,EU VOMITO DE FICAR LAVANDO O QUARTO CHEIO DE SANGUE. É NOJENTO, E MESMO QUANDO VC PARA TODOS TE TRATAM COMO UMA MARCADA E TE OLHAM COM PENA.EU SOU BRANCA, PERDÃO NÃO SOU RACISTA MAS SOFRO RACISMO POR SER BRANCA, SOU DE ORIGEM ALEMÃ, NEM TÃO BRANCA ASSIM MAS SOU PÁLIDA E ME CHAMAM DE MÚMIA E ALMA-PENADA. TENTEI ME MATAR, MAS DESISTI, PERDI ALGUÉM MUITO IMPORTANTE PRA MIM ESSE ANO, O CHORÃO DO CHARLIE BROWN JR. E NÃO ME CONFORMEI ATÉ AGORA, MINHA DEPREÇÃO PIOROU, POR ISSO FIZ MUITAS COISAS QUE FIZERAM O DIABO FELIZ. ME ARREPEMDO MUITO. FUMAVA SÓ SIGARRO E ME QUEIMAVA COM AS BRASAS DAS BITUCAS.

Anônimo disse...

Sonora escreveu: Queria morrer, queria cheirar gás, as vezes ainda tenho vontade de me cortar fico cuidando a veia mais dilatada pra passar a Gilette em cima, mas daí eu penso: Quem vai beber meu sangue se eu fizer isso? O Diabo. Cada gota do meu sangue Deus botou no meu corpo e todo meu ser é só de Deus só Dele. Não posso dar meu sangue pro diabo beber. Se o Sangue é a vida, então consagro a Deus minha vida e meu sangue a terra abrirá sua boca e beberá quando eu morrer e comerá minha carne. Pois é assim que tem que ser ser. Só Deus é o Senhor. E eu sou Dele, de Deus.