"A vida é aquilo que você faz daquilo que te fizeram"

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Sonhos Perdidos



Quando pequenos, sonhamos em ir para a Lua, sonhamos em ser médico, policial e bombeiro, sonhamos em ser atriz, poeta, escritor, pintor, professor, inventor, modelo, mãe. Quando pequenos sonhamos que o mundo é nosso, sonhamos que podemos voar e que nossa vida é grande e maravilhosamente linda e colorida. Quando pequenos, roubamos as estrelas, nomeamos árvores e chegamos realmente a acreditar que tudo aquilo nos pertencia. Inventávamos histórias e aventuras, éramos heróis, salvávamos gatos e crianças menores. O mau não existia em nosso mundo, não sabiamos o que significava maldade. A maldade só existia nas histórias, não no nosso mundo. Quando pequenos, um escorregador se transformava em uma nave espacial em um piscar de olhos, um pouco de água derrubada no chão virava um mar enorme e cheio de tempestades, quando pequenos, nada era só o que a gente via, o mundo se transformava ao nossos olhos a todo o instante. Quando pequenos a liberdade não era um conceito abstrato, a liberdade habitava em nossas mentes, era concreta, podiamos senti-la, logo em frente, sussurrando inúmeras possíbilidades para se viver. Quando pequenos, nossa mente voava e a gente nem desconfiava que logo tudo aquilo acabaria e voar iria se tornar cada vez mais difícil.

Quando pequenos... Crescemos. Quando crescemos descobrimos que o mundo não é nosso. Quando crescemos descobrimos que a vida não é uma brincadeira, descobrimos que pessoas que amamos nos decepcionam e nunca pedem desculpa, descobrimos que o mau existe e é pior do que imaginávamos. O mau não só existe como está escondido em todas as pessoas a sua volta. O mau não é feio, não é uma bruxa como nas histórias, não é um lobo. O mau está bem mais perto do que você pensava, o mau é simpático, sorri para você e te engana. O mau ganha sua confiaça e te elogia para você se sentir orgulho. O mau faz você se sentir bem, até quando você descobre a verdade, mas ai já é tarde de mais.

Quando crescemos descobrimos que nem todos os sorrisos são verdadeiros, que nem todas as risadas são boas, descobrimos que crianças também podem ser más. Descobrimos que a diferença entre os adultos e crianças é que as crianças são sinceras, se são más, não se importam em mostrar sua maldade, os adultos não. Os adultos se escondem atrás de mascaras. Descobrimos que não se deve nunca confiar em um adulto. Adultos são perigosos e imprevisíveis, eles são grandes e muito mais forte do que você, você precisa fugir deles.

Quando crescemos descobrimos que não podemos sonhar em ser astronalta ou bombeiro ou todas as outras coisas. Descobrimos que temos que fazer algo que dê dinheiro. Você não sabe para quê precisa de tanto dinheiro, mas falam tanto dele que deve ser realmente muito importante. Um astronalta não ganha dinheiro. Os adultos não querem saber se um astronalta ganha todas as estrelas e o universo inteiro, eles só querem saber de dinheiro. Eles não entendem. Você diz isso para eles e eles te chamam de criança, dizem que você precisa crescer e entender as coisas. Dizem para você parar de sonhar e começar a pensar na realidade.

Quando crescemos descobrimos que ser feliz é muito mais difícil do que imaginávamos. Descobrimos que temos que nos encaixar em um mundo que não concordamos e não entendemos, descobrimos que temos que ser melhor do que nossos colegas para conseguir alguma coisa na vida. Descobrimos que os professores só te dão atenção se você só tirar dez ou só tirar zero. Descobrimos que não somos ninguém no meio de milhões, não somos especiais, nem mais inteligentes, nem melhores em nada. Somos só mais um e ninguém nunca irá se importa conosco. Descobrimos que as outras pessoas torcem para o nosso fracasso. Descobrimos que no mundo ninguém é amigo de ninguém, no mundo os mais fortes pisam nos mais fracos e se sentem bem por isso. A única coisa que as pessoas fazem é te machucar e te decepcionar, sempre e sempre, você descobre que é o mais fraco, descobre que terá que lutar a vida inteira para que os mais fortes não pisem em você. Você descobre que simplesmente não vai conseguir.

As pessoas destroem seus sonhos, você não é boa o bastante para realizar nenhum deles. Você para de sonhar. As pessoas dizem que você é feio, burro, tapado, idiota e infantil, você acredita. Você tenta desaparecer. As pessoas dizem que você é mau e egoista, você acredita e começa a pensar que merece ser castigado. Você começa a se castigar. As pessoas dizem que você é tímido e introspectivo, você quer gritar e dizer que não é, você quer mostrar para eles que pode falar se quiser, mas você não consegue, você abaixa a cabeça e descobre que já não sabe se você é o que você acha que é ou se você é o que os outros dizem de você. As pessoas dizem que você não deveria ter nascido, dizem que você só vai continuar perdendo, dizem que você não vai conseguir. Você olha seu boletim, cheio de dez, e sente raiva dele, sente raiva porque as notas dizem que você é inteligente, mas é tudo mentira. Você não é inteligente, não adianta nada você se esforçar, não adianta nada ser uma bom aluno e um bom filho. De que adianta tentar ser tão bom se ninguém olhar para você? Ninguém vê o quanto você se esforça, ninguém vê suas vitórias. Só apontam as derrotas, só as derrotas e os defeitos. Você para de estudar.

As pessoas olham para você, sentado no chão desejando que um buraco se abra aos seus pés e que você desapareça para sempre. As pessoas olham e dizem que você é fraco, dizem que foi você mesmo que se colocou nesse buraco, dizem que a culpa é sua. As pessoas te chamam de exagerando, de chorão, de pessimista e continuam insistindo que a culpa é sua e que se você quisesse você poderia muito bem sair desse buraco. Dizem que o mundo é bonito e que você tem uma vida inteira pela frente. Você ri com sarcasmo, além de tudo eles ainda acham que você é burro para acreditar em uma mentira dessas.

Você se mata. E vai para o inferno. Afinal a culpa é tua, não é? Todo mundo te avisou.

4 comentários:

Um Morto De Ferias disse...

NOssa amiga quase chorei quando lí a primeira parte do texto... Mais é exatamente assim, penso da mesma forma que você, eu tentei, lutei com todas as minhas forças pelos meus sonhos mais perdí as minhas forças, tô quase desistindo de tudo aquilo que eu acreditava, vejo que o mundo é dificil demais, não sei o que fazer me sinto perdido... Mais não desista dos seus não continuem não de importancia para o que os outros falam. Talvez a ideia seja essa falar bastante de você mpara que você revolte e crie forças para provar pra eles que voce é capaz.

um forte abraço...

Sáh disse...

Muito obrigada pelo comentário!

Fico muito feliz de achar alguém que passe pelo que eu passo ou pelo menos me entenda um pouquinho ^^ de verdade.

E eu digo o mesmo para você. Escreva bastante, grite se precisar XD se quiser conversar comigo um dia também o/ vou estar bem aqui.

bjos ^^

Um Morto De Ferias disse...

É otimo mesmo saber que existem pessoas que pesam como eu penso. O ironico de tudo isso é que essas pessoas existem apenas no mundo virtual, pessoas esclarecidas como você nunca tive a oportunidade de conhecer pessoalmente. Eu vivo rodeado de mulas(rss),E isso me cansa, por isso prefiro a solidão, fiz dela minha conpanheira inseparavel.

Um forte abraço...

Giovanni disse...

eh o mundo eh cruel e a realidade doi, mas as pessoas sao más elas querem tirar vc da frente delas, elas querem te derrubar pra poder pisar em vc, mas eaw? vc vai dexar? elas querem te derrubar pq sabem q vc eh melhor q elas, q vc concorre com elas, nao liga pro q os outros dizem, o mundo eh sujo as pessoas sao sujas, elas nao valem a pena

e vc... meu vc eh fantastica!!!nao sei como vc eh tao depre, pq meu se eu fosse vc... vc eh uma pessoa maravilhosa, mtu inteligente , enxerga a realidade mtu mais facil q os outros, ...
ai meus pais tao me chamando -.- depois falo com vc